Nhoque de couve flor

Oi Pessoal,

Estou ausente do blog, desculpem, mas é a correria!

Ainda tenho de postar a receita da abobrinha recheada, tentarei fazer isso mais tarde!

Como o nhoque pareceu ser super bem quisto por vocês vou postar a receita. Confesso que não testei mais uma vez, pois infelizmente as farinhas de grão de bico e amaranto acabaram, mas essa receita serve de base para vocês. Já reescrevi a receita com alguns ajustes, porque usei mais farinha pra dar liga (tinha colocado muita água), nhoque é nhoque, as vezes vai mais farinha, as vezes menos.

Segue lá o @andrenutrichef no instagram, podem retirar dúvidas por lá, aqui ou por email andrenutrichef@gmail.com

Essa massa podemos dizer que é low carb, rica em proteína, sem glúten, sem lactose, sem farinha de arroz e consideravelmente fácil de fazer. Quem não ama uma massa gente? testem, me marquem e me digam se deu ou o que precisa adaptar mais, me ajudem também!!

Ingredientes

  • 250g de couve flor cozida macia
  • 50g de biomassa de banana verde ou 1 banana verde (já cozida) do mesmo peso
  • 100g de farinha de grão de bico
  • 50g de farinha de amaranto
  • 1 ovo caipira
  • 30mL a 50mL da água do cozimento
  • Sal marinho a gosto
  • Noz moscada a gosto
  • Ervas a gosto (tomilho, ervas finas, alecrim, sálvia…)

Modo de preparo

Cozinhar a couve flor com água ou no vapor até que fique bem macia.

Colocar a banana verde na panela de cozimento da couve flor para que fique quente e amoleça (eu guardo bananas verdes congeladas e não processo em biomassa, só na hora, acho mais prático).

Colocar a couve, banana verde e água num processador e bater até que fique cremoso (o da foto está com muito líquido, tem de ficar com menos).

foto 1 (1)

Adicionar as farinhas, o ovo, os temperos e misturar no processador ou com uma espátula.

A massa vai ficar leve, se colocar muita farinha vai ficar um nhoque mais pesado, mas ache o ponto que ela vai continuar macia/ moldável e colocando bem pouquinho na ponta dos dedos ou até nem colando nada.

Para auxiliar na manipulação da massa enfarinhe uma superfície e as mãos e modele para fazer o nhoque.

foto 2 (1)

Cozinhe em água salgada e fervente e espere que eles boiem, isso pode demorar mais que as receitas normais, se não boiarem faça a prova de 1 pra ver se está cozido.

foto 3 (1)

Essas 2 farinhas possuem um leve sabor residual (eu não ligo tanto, porque acho leve, mas tem pessoas mais sensíveis), então caprichem no molho, coloquem bastante ervas, um belo molho de tomates com pedaços e ervas frescas fica demais!

foto 4

Bom apetite!

Molho cremoso de cogumelos #semlactose

Certo dia estava vendo um daqueles programas em que o Jamie Oliver faz várias receitas em 30 minutos. Quem não gosta e precisa de receitas práticas? Ele fez um molho parecido que eu não lembrava direito, mas tentei reproduzir e deu certo. Ah, e quem também não precisa de congelados saudáveis e práticos? Então venha conhecer a Funcional Gourmet no Mercado São Jorge! Tudo sem glúten e lactose! (Sigam a gente no Facebook).

Domingo a noite, querendo algo leve e proteico (sim, eu fui malhar e não foi porque eu meti o pé na jaca).

Eis que eu tinha no freezer ravióli integral de azeitonas pretas (ganhei e não sei aonde compraram #sorry) e tinha na geladeira 1 bandeja de cogumelos frescos Hiratake sabor caju (é assim que está escrito na embalagem) vencendo hoje.

Vocês podem utilizar esse molho com qualquer tipo de massa com ou sem glúten. Creio que até seja possível utilizar como uma pastinha para comer com torradinhas (de aperitivo numa reunião de amigos, festinha…).

É fácil, então anotem os ingredientes e depois que testarem tirarem fotos lindas no instagram/food me marquem @andrenutrichef

Essa receita serviu generosamente 300g de ravióli, no caso 150g por pessoa por ser uma massa recheada, se usar uma massa simples creio que siva até 3 porções, pois geralmente se conta 100g de massa crua por pessoa. Nunca esqueça de colocar sal na água do cozimento da massa, é fundamental!

Ingredientes

  • 1 bandeja de 200g de cogumelos (podem usar os secos, não sei se fungui ficaria legal, bem hidratados – usar água quente – e daí não jogar fora essa água)
  • 1 cebola média picadinha
  • 2 dentes de alho médios (adoro alho com cogumelo, podem usar dos pequenos)
  • 1 colher de sopa cheia de tomilho fresco (tomilho + cogumelos= casamento perfeito)
  • 1 colher de cafezinho cheia de manteiga ghee (só um pouquinho vai, um toque especial)
  • 1 colher de sobremesa de azeite de oliva
  • 1 colher cheia de salsinha picadinha
  • Sal marinho a gosto (ou sal com ervas)
  • Noz moscada a gosto
  • Pimenta do reino a gosto
  • 2 castanhas do brasil grandes raladas finamente

Modo de preparo

Numa panela antiaderente aquecer a manteiga e frigir a cebola, eu deixei a minha ficar mais douradinha, nesse meio tempo adicionei o alho, mas cuidado pra não deixar ele tostar.

Limpar os cogumelos (enquanto frigir a cebola e alho), esses que usei tive que tirar uma pontinha do caule, pois vinham com uma palhinha. Adicioná-los na panela e cozinhar por uns 5 minutos.

Lavar o tomilho e adicionar quase no final do cozimento.

foto (3)

Despejar esse refogado no processador, se não tiver creio que liquidificador também funcione, bater até ficar cremoso. Porém, um segredo é utilizar a água do próprio cozimento da massa que for comer pra auxiliar nesse processo, em torno de 1 concha cheia ou mais, vai da textura que você quiser. Se não for comer com massa, use água, caldo de legumes ou a água que hidratou os cogumelos.

Depois de processado, temperar com sal, pimenta, noz moscada e salsinha.

Eu coloquei novamente na frigideira e envolvi os raviolis nessa panela.

Quando for colocar a massa, dependendo da consistência que ficou o molho (muito grosso, no caso) usar mais um pouquinho da água do cozimento pra misturar.

Ralar castanha ou nozes por cima pra substituir o queijo parmesão (ou use queijo mesmo)

Bom apetite.

Risoto de quinoa mista com cogumelos frescos #semglútenelactose

E aí, tudo bem com vocês?

Já curtiram nossa página no facebook e foram conhecer a Funcional Gourmet no Mercado São Jorge?

Aproveitem pra conhecer e levar algum dos nossos congelados pra casa, afinal, ter algo saudável, prático e saboroso, elaborado com ingredientes orgânicos e funcionais é uma excelente opção para aqueles dias de correria ou preguiça de preparar almoço ou jantar! Ah, e já disse que são todos sem glúten e lactose?

Todos os ingredientes utilizados nesta receita foram comprados no Mercado São Jorge! Apareçam!

Eu adoro quinoa, não é a coisa mais barata do mundo, mas as vezes vale a pena investir num ingrediente diferente e economizar em outras coisas. Além de rica em proteínas, possui fibras, vitaminas e mineiras excelentes para quem gosta de saúde na mesa. Vale lembrar que não contém glúten.

Já os cogumelos, pra quem não sabe, são também uma excelente fonte de proteína, vitaminas, minerais, com baixíssima caloria são uma boa opção para os vegetarianos/veganos, além de muito saborosos!

Se fizerem a receita e publicarem a foto me marquem no instagram @andrenutrichef ou #andrenutrichef

Para esta receita você vai precisar (para 2 pessoas):

  • 1 caneca de quinoa mista (ou simples)
  • 2 canecas de água (ou fundo de legumes)
  • 1 folha de louro
  • 1 cebola média picadinha
  • 2 dentes de alho picadinhos
  • 1 talo de alho poró pequeno picado em meia lua
  • 5 colheres de sopa de vinho branco (opcional)
  • 1 colher de sopa de manteiga ghee (ou azeite de oliva, daí 2 colheres)
  • 1 bandeja (200g) de cogumelos frescos a sua escolha
  • Tomilho a gosto
  • Ervas finas a gosto
  • Sal marinho a gosto
  • Pimenta do reino a gosto
  • Noz moscada a gosto
  • Salsinha a gosto
  • Azeite de oliva ou trufado para finalizar

Modo de preparo

Cozinhar a quinoa por 15 minutos com a água e o louro (ou fundo de legumes) e um pouquinho de sal (não exagere, ela não precisa de muito sal!!!).

Enquanto ela cozinhar…

Picar todos os ingredientes, os cogumelos eu só tiro algumas partes de tronco que as vezes vem ou lavo suavemente para retirar a terra.

Numa panela adicionar a manteiga (sim, manteiga porque cogumelo combina MUITO, lembrando que ghee não tem lactose), frigir a cebola, depois adicionar o alho e frigir mais um pouquinho, em seguida adicionar o tomilho, as ervas finas e o alho poró e frigir mais (isso demora uns 8 – 10 minutos, depende do fogo/fogão).

Adicionar o vinho e deixar o álcool evaporar. Adicionar os cogumelos, sal, pimenta, noz moscada e a salsinha e cozinhar por mais uns 2 a 3 minutos (porque são os frescos eles cozinham super rapidinho e não perdem tanto a água).

Misturar a quinoa cozida com o refogado, se desejar adicionar 1 colher de sopa de azeite trufado ou azeite de oliva comum e servir.

Sugestões

Pra montar assim é super fácil, encha uma xícara ou recipiente no formato que quiser (de vidro ou porcelana e não muito grande), também pode ser um aro.

Use uma colher para auxiliar e pressionar para ficar compacto, mas não aperte tanto. Depois faça como se fosse tirar um bolo da forma no prato e voilá, tudo ficou mais lindo de ver e comer! Experimente isso com outras preparações!

Bom apetite!