Caldinho de Feijão Azuki com Couve Mineira

O frio chegou e com ele a temporada de sopas e outras delícias pra aquecer o corpo e o coração.

Então, além dos temas dos cursos da Natural Cooking estarem voltados pra essa temática: dia 28/07 teremos uma turma extra do curso de Risotos e Sopas Funcionais e dia 04/06 teremos uma turma nova com o curso Delícias Funcionais de Inverno. Para maiores informações enviem e-mail para naturalcooking@hotmail.com

Eu @andrenutrichef e a @cristozzonutri publicamos informações sobre nossos cursos também pelo instagram, segue a gente lá!

Pra começar bem a semana que tal apostar no nosso querido feijão? 

Chegar do trabalho e preparar uma receita saborosa, funcional e deliciosa pode ser bem mais fácil do que você imagina.

Esse caldinho estou indicando preparar com o tipo Azuki, vocês já conhecem? Possui muitas fibras, menor quantidade de fitatos, rico em proteínas, o grãozinho é menor e super saboroso. É super importante deixar de molho, então façam isso quando forem trabalhar e a noite é só chegar, lavar bem e preparar.

Dica: invistam numa panela de pressão (de preferência de inox) e não tenham medo, ela auxilia bastante trazendo agilidade no preparo de alguns alimentos.

CALDINHO DE FEIJÃO AZUKI COM COUVE MINEIRA

10277844_765683656796265_8951881484631466662_n

Ingredientes

  • 2 xícaras de feijão azuki (ou o que tiver disponível)
  • Água suficiente para cozinhar
  • 2 folhas de louro
  • 2 cebolas médias
  • 3 dentes de alho
  • 1 pedaço de tofu defumado (opcional)
  • Salsa a gosto
  • Cebolinha a gosto
  • Sal marinho a gosto
  • Pimenta dedo de moça a gosto
  • Couve mineira a gosto
  • Limão a gosto


Modo de Preparo

Deixar o feijão de molho em água por no mínimo 6 horas.

Numa panela de pressão, refogar rapidamente 1 cebola e 1 dente de alho ambos picados grosseiramente.

Em seguida adicionar o tofu picadinho e o feijão, cobrir com água suficiente e cozinhar por aproximadamente 20 – 25 minutos.

Numa outra panela frigir 1 cebola e 2 dentes de alho picados em cubinhos, 1 pimenta dedo de moça picadinha sem as sementes e reservar.

Depois que o feijão cozinhar, retirar a pressão da panela, esperar esfriar um pouco para bater no liquidificador.

Transferir o caldinho para a panela do refogado de cebola e alho, adicionar o tempero verde e corrigir os temperos.

Servir com couve mineira picada finamente cozida com as mãos.

Dica para o cozimento da couve

Para cozinhar a couve utilizando o calor das mãos você vai precisar:

Cortar a couve finamente, adicionar um fio generoso de azeite de oliva, uma pitada de sal, umas gotinhas de limão e misturar com as mãos como se estivesse massageando as folhas até que elas murchem um pouco.

Bom apetite!

Panqueca de Beterraba

Se me perguntarem um prato que me lembre a infância eu vou responder: PANQUECAS!

Vamos a versatilidade dessa delícia: massa fácil, combina com uma infinidade de recheios que variam do doce ao salgado (servindo como prato principal ou sobremesa), além de poder ser enrolada/dobrada de diversar formas.

Então, esse amor por panquecas me fez pensar em uma forma de torná-las mais saudáveis e divertidas, principalmente para as crianças, e como somos eternas crianças… (risos).

Essa receita é sem glúten e lactose, fica super levinha e parece que vai desandar, mas fiquem tranquilos, prometo que vai dar certo, ao menos aqui sempre dá! Se não quiserem fazer eu as vendo congeladas e no próximo post vou falar sobre minha pequena produção de congelados e alguns outros serviços.

Escolhi a massa de beterraba, mas você pode usar a imaginação e utilizar espinafre, brócolis, cenoura, abóbora e uma infinidade de legumes/verduras/hortaliças para colorir e enriquecer de nutrientes. Para as crianças você pode dizer que é a panqueca das princesas, da Barbie, do Patrick do Bob Esponja, do Barney da Dinsey Channel e por aí vai… Outra sugestão é  caprichar no recheio, se for fazer de carne, que tal colocar alho poró, cenoura ralada ou até mesmo os dois juntos?

Para esta receita você vai precisar (12 unidades)

  • 1 beterraba de aproximadamente 100 – 120g (já descascada, se possível orgânica)
  • 60g de amido de milho (aproximadamente 4 colheres de sopa bem cheias)
  • 1 xícara de farinha de arroz
  • 2 1/2 xícaras de água
  • 5 colheres de sopa de linhaça (marrom ou dourada)
  • 2 ovos caipiras
  • 5 colheres de sopa de óleo
  • Sal marinho a gosto

Modo de preparo

Liquidificar inicialmente os ovos + a água + a linhaça + o óleo + a beterraba até ficar bem homogêneo (em torno de 3 minutos).

Depois adicionar as farinhas e o sal e bater novamente.

A massa não fica grossa (as vezes é preciso colocar um pouquinho mais de água se a massa ficar muito grossa, principalmente por causa da beterraba).

Untar uma panquequeira com papel toalha ou pincel e aquecer, fazer cada panqueca adicionando aproximadamente 1 concha de massa.

Rechear com o sabor que desejar.

Sugestões

Fazer o teste da primeira panqueca com menos massa, não desperdice, as vezes é necessário adicionar mais água ou farinhas pra deixar no ponto.

Você pode congelar as panquecas já recheadas e também somente a massa, não se esqueça de colocar papel manteiga entre as massas para evitar que gruem umas nas outras.

Me contem se deu certo?

Bom apetite!

“Sorvete” de banana e mirtilos orgânicos

Bom dia,

Estava para testar essa receita fazia algum tempo, ela é muito fácil e pode ser degustada no horário de lanche ou substituir o pão para os que têm hábito de consumi-lo diariamente no café da manhã.

Image

Esses ingredientes são para 1 porção.

Modo de preparo

Retirar a casca das 2 bananas e colocar para congelar por no mínimo 2 horas (eu deixei de um dia para o outro e as bananas continuaram na consistência que eu queria).

Congelar 50g de mirtilos por este mesmo tempo.

Adicionar as bananas cortadas em pedaços com os 50g de mirtilos no liquidificador e bater até que forme um creme.

Como não há adição de nenhum líquido, não há como utilizar menor quantidade de frutas. Você vai ter de pulsar e as vezes misturar com auxilio de uma colher ou espátula para que bata bem. Isso deve demorar 3 a 4 minutos.

  • Você pode fazer uma maior quantidade e congelar em porções menores para consumir no decorrer da semana.
  • Pode substituir os mirtilos por morangos, damascos, misturar frutas e oleaginosas. Pode até fazer com cacau em pó.

Eu não adocei, pois as bananas já são bem docinhas e não há necessidade.

Image

Depois me contem se conseguiram fazer e como ficou.