Abacate com atum lowcarb e proteico

Abacate pode e deve ser super versátil, quem ainda acha que engorda?

guacatumCombina com doces, salgados e é uma excelente opção para preparar um verdadeiro sanduíche natural, até mesmo servir de pastinha pra comer com canapés de legumes ou bolachinhas de arroz. Eu queria deixar mais proteico, então essa foi a sugestão, vale lembrar que ele é #lowcarb Receita fácil, mas de repente vocês ainda não sabem fazer, fica pronta rapidinho, basta ter os ingredientes, claro:

  • 1/2 abacate maduro, gelado e amassado
  • 1 tomate sem sementes picado em cubos
  • 1 lata de atum em óleo reduzido em sódio (escorrido)
  • Tempero verde a gosto (usei umas 2 colheres de sobremesa)
  • Pimenta vermelha a gosto (molho ou fresca)
  • 1 colher de sopa de manjericão fresco picado ou rasgado
  • 1/4 de cebola roxa picadinha
  • Suco de 1/2 limão tahiti
  • Pitadinha de sal

Corte todos os ingredientes, envolva bem, corrija os temperos para seu gosto e bom apetite!
Quer surpreender os amigos, serve na casca do abacate, fica um charme!

Bom apetite

Bolo de cenoura com castanhas

Oi pessoal,
Bolo de cenoura é um dos meus favoritos, foi um dos primeiros bolos que fiz sem glúten.
Para quem está se aventurando na cozinha essa é uma ótima opção, porque a cenoura deixa a massa sem glúten mais úmida, mas aí mora o perigo, o bolo pode abatumar. Lembrando que sem lactose ele já é por natureza né!
Quando eu era adolescente eu testei várias vezes bolo de cenoura tradicional, abatumou umas tantas (frustrante), mas me desafiava a fazer novamente. Minha cunhada fazia pra mim (beijo Ju) e a mãe de uma colega fazia um ótimo na época do ensino médio (beijo Fabi).
Quando eu comecei a acertar meu bolo a minha cunhada começou a errar (haha, juro que não foi praga, mas ela acerta agora). Hoje em dia me aventuro em novas combinações que tem dado certo, não sempre, mas eles crescem.
Aprendi que segredo de bolo é umidade e principalmente forno. Cada forno é um, cada um conhece o seu. É igual receita, uma colherada mais cheia ou mais vazia pode mudar tudo.
Essa foi uma das melhores misturas de farinhas e especiarias que eu fiz, quem comeu disse que parece o tradicional. quando você usa especiarias, além de auxiliar na digestão substituem o açúcar excessivo.
Pra cobertura usei chocolate da chocolife e água, misturando até ficar igual ganache. Aqui em casa o pessoal não gosta de bolos muito doces, nem eu gosto, quando vai cobertura eu reduzo bastante o doce da massa, porque dou equilíbrio na cobertura.
A cenoura cozinha tornando seus carotenoides mais disponíveis, e como eu amo o que faço, deixar o bolo mais nutritivo é fundamental, poderia ser algo vazio (com farinhas e açúcar refinado), sim, porque a cenoura não salva o mundo né gente.
bolo de cenoura
Educação Nutricional‬ é vida! 
Ingredientes
  • 3 ovos
  • 1 pitada de sal
  • 3/4 de xícara de açúcar demerara
  • 3 cenouras pequenas descascadas e picadas
  • 3 colheres de sopa de óleo de coco derretido
  • 1 casquinha de macis
  • 1 colher de chá de gengibre em pó
  • 1 colher de chá de canela em pó
  • 8 gotas de extrato de baunilha orgânica puro
  • 80g de castanhas quebradas
  • 3/4 de xícara de farinha de arroz
  • 3/4 de xícara de farinha de aveia (usei da bobsredmills sem glúten)
  • complete 1 das xícaras com farinha de linhaça dourada até um pouquinho mais (aprox. 3 col de sopa)
  • complete 1 das xícaras com polvilho doce/fécula de mandioca (aprox. 2 col de sopa cheias)
  • 1 colher de sobremesa de fermento
Modo de preparo
Pré aquecer o forno a 180°C.
Pincelar óleo de coco numa forma, polvilhar um pouco de farinha de arroz.
Separar as claras das gemas.
Bater as clarar em neve com uma pitada de sal até ficarem firmes.
No liquidificador bater as gemas com o açúcar até ficar mais claro e cremoso.
Adicionar as cenouras, o óleo de coco e as especiarias batendo até ficar homogêno.
Despejar o que foi batido num bowl e acrescentar as farinhas e castanhas.
Se estive muito pesada e densa acrescenter umas 2 a 3 colheres de sopa de água.
Depois de bem misturado, adicionar o fermento e as claras batidas.
Despejar a mistura na forma previamente untada.
E levar para assar a 180°C na grelha mais baixa e dourador acionado por uns 30 -35 o teste do palito. O bolo não precisa ficar super seco, lembre-se que a cenoura deixa ele mais úmido e para manter isso você tem de tirar ele do forno quando o palito estiver seco, mas não necessariamente super limpo. Se passar muito o bolo fica seco depois.
Esperar amornar um pouco, desenformar e regar com a ganache fit.
Bom apetite

Pesto de manjericão orgânico

Essa receita é super fácil, prática, saborosa e aromática. Quebra muito o galho se vamos receber alguém e estamos sem ideia/ tempo.

Manjericão é uma erva que cresce fácil no quintal ou em vasos, além de super cheiroso ele fica lindo. Sou apaixonado por ervas/temperos/especiarias e suspeito a indicar que vale a pena investir num cantinho da casa para ervas. O que também é bom, para quem não tem muito tempo, é que essa erva não requer tantos cuidados.

Outra orientação é que o tipo que cresce melhor no quintal é o manjericão comum, não o basílico de folha brilhosa, mas ambos são fáceis de cuidar, isso depende do local que vai ser plantado (incidência de sol, solo…).

Outra orientação legal é saber diferenciar o manjericão da famosa alfavaca utilizada pelos manézinhos como tempero de peixe. Observe a ponta das folhas das ervas, se for arredondada é alfavaca se pontuda é manjericão, não tem como errar!

Para esta receita você vai precisar

  • 1 maço de manjericão orgânico (higienizado e somente as folhas)
  • 30g de oleaginosa (castanhas, nozes, pignoli, lascas de amêndoas…) 1 punhado cheio
  • 30g de queijo parmesão de boa qualidade (aproximadamente 5 colheres de sopa)
  • 250mL de azeite de oliva extra virgem
  • 1 dente de alho pequeno
  • Sal a gosto
  • Pimenta a gosto

2013-01-16 17.40.56

Modo de preparo

Bater todos os ingredientes no liquidificador.

2013-01-16 17.44.50

Sugestões

Se você for intolerante a lactose não precisa adicionar o queijo parmesão.

Você pode usar pimenta dedo de moça se gostar de comidas mais picantes.

Você pode substituir o manjericão por rúcula, aconselho a retirar um pouco dos talos.

Você pode congelar o pesto.

Sempre deixe um pouco da água do macarrão para faciliar o pesto a aderir na massa.

Você pode usar o pesto no arroz, com carnes, em bruschettas, com tomates cereja e outras combinações do seu gosto.

Você pode adicionar mais azeite se achar que está muito concentrado.

Bom apetite!